ATENDIMENTO A SEGURADOS - Você mais protegido

 img-mais-protegido


Você Mais Protegido

Por que a troca do vidro automotivo pode afetar a segurança dos passageiros e condutor?

A partir de 1989, a grande maioria dos veículos comercializados e produzidos no Brasil passaram a ter os vidros dianteiros colados à carroceria. Esta tecnologia trouxe benefícios estéticos e de segurança, pois os vidros passaram a fazer parte da estrutura mecânica dos automóveis, permitindo assim a introdução de novas tecnologias, como os air bags.
Assim, em caso de acidentes, a substituição do para-brisa de maneira incorreta pode ocasionar sérias lesões aos passageiros e condutor.

Como principais problemas gerados por um serviço não especializado, podemos citar:


  • Diminuição da resistência mecânica do teto em caso de capotamento. Os vidros são responsáveis de 15 a 45% da resistência do teto do veículo em caso de capotamento;
  • Ineficiência do air bag do passageiro, pois ao ser acionado o mesmo apoia-se no para-brisa para proteger o carona. Caso o vidro descole, o air bag perde a eficácia;
  • Distorção óptica por uso de vidros de má qualidade;
  • Quebras dos vidros laterais em grandes cacos, também por uso de vidros de má qualidade;
  • Descolamento dos vidros mesmo sob condição normal de uso do veículo, por utilização de adesivos de má qualidade;
  • Vazamentos de água, por deficiência de mão-de-obra na instalação do vidro;
  • Não conformidade na inspeção veicular por não ter a gravação do número do chassi nos vidros;
  • Pontos de ferrugem na carroceria por utilização de produtos incorreto no procedimento da instalação.





® 2016 - AUTOGLASS - Soluções em vidros e peças automotivas