Compre On-line!

Receba seu produto em casa, retire ou instale na loja mais próxima!

Voltar para Notícias

As 5 principais características do para-brisa que você deve avaliar antes de realizar a substituição da peça

5-caracteristicas-5899760  

Normalmente quando se pensa em itens de segurança de veículos sem dúvida os primeiros a serem lembrados são o sistema de freios, os cintos de segurança, a quantidade de airbags, a resistência da estrutura do chassi e especialmente as tecnologias semiautomáticas de controle de estabilidade e tração. O que muitas pessoas não sabem é que o para-brisa é um item de segurança e colabora com os demais sistemas para manter a segurança de quem está dentro do carro. E ao contrário do possamos imaginar, os para-brisas são cheios de tecnologias que visam garantir inclusive a integridade estrutural do veículo, fundamental em casos de capotamentos e torções no chassi. Neste artigo destacamos as 5 características do para-brisa que você deve avaliar antes de realizar a substituição da peça.

  1) O vidro automotivo é um item de segurança

Durante o processo de instalação de um vidro geralmente as pessoas só estão preocupadas se o técnico não vai arranhar a pintura ou o painel do carro, quando deveriam estar preocupadas com o detalhe do processo para garantir a segurança dos passageiros.

Além de permitir a visibilidade e garantir a proteção dos ocupantes contra objetos externos, o vidro contribui para a segurança estrutural do carro e é um elemento fundamental da carroceria. Segundo um relatório do CESVI Colômbia (Centro de Experimentação e Segurança Rodoviária), o vidro é responsável por 33% da segurança estrutural do veículo e pode até representar até 68% da rigidez à torção, atuando como base de apoio para o correto funcionamento do airbag do passageiro.

Com base nos testes com reconstrução de acidentes de trânsito, constatou-se que na maioria dos acidentes em que os ferimentos foram causados pelo desprendimento do vidro de segurança, o para-brisa, foram confirmados que o processo de instalação e suprimentos eram inadequados.

  2) Atente-se para o processo de instalação e a qualidade do produto

Uma instalação deficiente ou o uso de produtos inadequados no processo podem comprometer a vida de quem viaja no veículo, pois, o vidro de segurança pode se soltar em plena circulação ou até mesmo entrar na cabine de passageiros, causando situações com consequências graves.

Uma instalação profissional preserva o alinhamento original do vidro na moldura de acordo com os padrões da montadora. Isso garante, por exemplo, que não vai haver ruídos gerados pelo contato do vidro com a lataria e principalmente que o vidro não se solte em caso de colisão ou capotagem, impedindo a compressão do teto e protegendo condutor e passageiros de  ferimentos graves que em muitos casos são permanentes.

  3) O vidro contribui para que o airbag ofereça a proteção adequada

O vidro de segurança, por sua vez, é um elemento fundamental para que o airbag do passageiro forneça a proteção necessária quando ativado. O para-brisa deve permanecer sempre fixo à estrutura do carro para fornecer o apoio necessário para o airbag, para que ele se solte adequadamente e fique na posição exata quando encontrar o corpo da pessoa que se inclina para frente devido à inércia. Se o vidro de segurança se soltar, o airbag estará em qualquer outra posição e não poderá garantir a proteção para a qual foi projetado.

4) Verifique a qualidade da cola e se são certificadas

Uma instalação correta deve ter a cola certificada e o aplicador correto e é fundamental observar o tempo mínimo de secagem. Além disso, o espaço deve permitir procedimentos de montagem e desmontagem para restaurar a resistência estrutural do veículo. Muitas pessoas desconhecem esses detalhes importantes sobre o vidro automotivo, mas outro grupo de pessoas já se conscientizou da importância desse item em seus veículos e tomou uma decisão mais consciente quando se trata de substitui-los.


Gilmar, especialista em vidros da Autoglass, afirma a importância de observar a cola e o tempo de secagem corretos: “muitos clientes chegam as nossas unidades com problemas de ruídos, vidro tremendo e até mesmo infiltrações e em grande parte dos casos a gente vê que o problema é a cola. É importante saber que pra vidro tem uma cola específica, não é silicone nem outra coisa que você compra em qualquer lugar, é material regulamentado e testado. Infelizmente em alguns casos os carros perdem os sensores e até módulos por conta da infiltração. O que fazemos é tirar o vidro e preparar a moldura do veículo para receber o material correto. O serviço correto  garante longa vida ao carro e ao vidro”.

  5) Espaço adequado protegido do vento, poluição e chuva é essencial

A oficina ou estabelecimento que pretende fazer a troca e instalação do vidro automotivo deve ter instalações adequadas que permitam que o processo seja realizado adequadamente. Para que o processo de instalação seja bem executado, o vidro deve ser limpo com um produto específico para remover as impurezas e os selantes adesivos não podem ser expostos à umidade do ar, poluição ou até água da chuva. Observe as instalações da oficina, pois, isso também pode comprometer a garantia de qualidade e serviço.

Uma pessoa nunca imagina quando precisará trocar o vidro, o custo do serviço normalmente não é algo que planejamos em nosso orçamento e a necessidade urgente de consertar o carro geralmente nos impede de fazer uma avaliação consciente sobre a decisão que precisamos tomar. É isso que o proprietário de um veículo deve considerar uma prioridade ao trocar o vidro do carro porque a vida das pessoas não tem preço.

 

O QUE VOCÊ PROCURA?

SIGA A AUTOGLASS NAS
REDES SOCIAIS:

FALE COM A AUTOGLASS:

  • 0800 025 6313 | Consumidor
  • 0800 707 5150 | Segurado – Elogio/Reclamação
  • 0800 979 3828 | Revendedor
  • 0800 701 5222 | Oficina