SOBRE A AUTOGLASS

Novidades Abril 2016

Novos Nacionais:

FIAT MOBI – lançamento

mobi

A missão do Mobi é ser o modelo de entrada da Fiat. Lançado exclusivamente com motorização 1.0, é menor que o Uno (24 cm menor) e o VW UP (4 cm menor). Para compensar, o banco traseiro é bipartido.

A tampa do porta malas de vidro dá um ar de sofisticação, mas engana-se quem pensa que proporciona melhor visão ao motorista. Para reduzir o risco de quebra em colisões traseiras, há uma saliência no para-choque, logo abaixo da tampa, que receberá o impacto primeiro.

Mobi Easy: são itens de série: retrovisores com comando interno, banco traseiro bipartido, para-choque na cor da carroceria, rodas de 13 polegadas com calotas, espelho de cortesia. Opcionais: ar quente e o pacote Functional, com vidros dianteiros e travas elétricas, limpador e desembaçador do vidro traseiro e predisposição do rádio. R$ 31.900

Mobi Easy On: acrescenta ar-condicionado, direção hidráulica, regulagem de altura do volante e rodas aro 14. Não há opcionais. R$ 35.800

Mobi Like: conteúdo da Easy On mais vidros e travas elétricas, predisposição de rádio, computador de bordo, chave telecomando, limpador e desembaçador traseiro, cintos de segurança dianteiros ajustáveis em altura, maçanetas e retrovisores na cor da carroceria, grade dianteira pintada em preto brilhante, abertura interna para a tampa do porta-malas, revestimento do porta-malas e caixa para bagagem (14 litros). Opcionais: sistema de som, rádio e Fiat Live On (a partir de junho), ambos acompanhados de alarme e comandos no volante.R$ 37.900

Mobi Like On: acrescenta rodas de liga leve de 14 polegadas, faróis de neblina, regulagem de altura do banco do motorista, retrovisores elétricos com “tilt down” (que abaixam sozinhos ao engatar a ré), repetidores de seta, sensor de estacionamento, tecidos diferenciados nos bancos, alarme e rádio com comandos no volante. Não há opcionais. R$ 42.300

Mobi Way: a versão com visual “aventureiro” traz todos os itens da Like. Inclui barras longitudinais de teto, para-choques exclusivos e molduras nas caixas das rodas, além de suspensões mais elevadas. Opcionais: sistemas de som, rádio e a central multimídia Live On (a partir de junho), ambos acompanhados de alarme e comandos no volante. R$ 39.300

Mobi Way On: tem o conteúdo da Like On e o visual da Way, com a adição de rodas de liga leve aro 14 com desenho próprio e o console de teto com porta-objetos e espelho adicional. R$ 43.800

Concorrentes: VW UP, Ford Ka, Nissan March e Toyota Etios.




Novos Nacionais:

VW SAVEIRO – reestilizado

nova_saveiro

Para concorrer com os lançamentos da Oroch e Toro, a VW resolveu descolar a Saveiro do Gol e criaram uma picape com personalidade mais forte. As medidas básicas foram mantidas.

A linha 2017 traz mudanças mais profundas que Gol e Voyage. Grade e faróis ficaram maiores, o capô foi redesenhado e o para-choque tem traços inspirados no Tiguan. As lanternas ficaram parecidas com as da Amarok. Há mais conectividade assim com o Gol, com central multimídia mais completa, incluindo espelhamento da tela do celular.

A versão de entrada é a Robust cabine simples por R$ 43.530,00 com para-choque, retrovisor e maçanetas em preto.

Versões Trendline: R$ 47.970,00 cabine simples, R$ 52.730,00 cabine estendida e R$ 56.270,00 cabine dupla. Oferece os itens de série da Robust mais para-choques na cor do veículo, retrovisores com ajustes manuais, vidro traseiro com desembaçador e janela basculante na versão cabine dupla.

Versão Highline: disponível na cabine dupla por R$ 63.070,00– itens de série da Trendline mais  retrovisores elétricos com repetidores de seta, faróis de neblina, central multimídia com entrada USB e conexão Bluetooth.

Versão Cross: por R$ 66.110,00 cabine estendida e R$ 69.250 cabine dupla. Itens de série da Highline mais capota marítima, sensor de ré, entre outros. Como opcionais há retrovisor interno antiofuscante, sensor de luz e chuva, entre outros.




Novos Nacionais:

MITSUBSIHI L200 OUTDOOR –  lançamento

l200_outdoor

Chega a partir de R$ 89.990,00. Traz apliques dos para-lamas, grade, protetor de para-choque e rodas pintados em cinza.




Novos Importados:

AUDI A4 – 5ª geração

a4_sedan_2016

A nova geração foi totalmente renovada. Na dianteira, a grade hexagonal apresenta cantos vivos e aletas de cima a baixo. A moldura dos faróis de neblina e o led no interior dos faróis principais segue o mesmo padrão com arestas mais afiadas. Os novos faróis e lanternas são ligados pelo longo vinco das portas. O retrovisor agora está na porta.

Conta ainda com teto solar, head-up display entre outros. A versão de estreia pode sair por R$ 165 mil e chegar a R$ 200 mil. Terá concorrente como o MB Classe-C que tem mais tradição no segmento.




Novos Importados:

MERCEDES-BENZ CLASSE E – 10ª geração

mercedes_benz_e

Nessa nova geração a MB caprichou em tecnologia em termos de condução autônoma.

O novo Classe E traz o Drive Pilot. Entre outras tarefas, o recurso permite que o sedã circule em rodovia com velocidade de até 210 km/h sem segurar o volante ou pisar no acelerador ou no freio.  O sistema é capaz de reduzir a velocidade aos poucos caso o motorista não aperte botões específicos que monitoram se ele está acordado, além de emitir avisos acústicos e visuais. Inovador também no assunto "infoentretenimento". Há duas telas que ocupam quase metade do painel, com 12,3 cada. Botões táteis foram instalados para controlar essas enormes telas, totalmente configuradas em cores e conteúdo de alta resolução. Os botões ficam no volante e são comandados pelos polegares, por meio de toques como num smartphone.

Esteticamente é muito semelhante ao Classe C e S, situando entre os dois no tamanho. Está mais comprido em relação ao anterior, porém ele encolheu nas extremidades. A dianteira ficou mais arrendada com o uso da nova grade que ostenta a grande estrela amparada por dois filetes. Os faróis também receberam desenho mais arredondado. O detalhe é que apesar do formato semelhante ao Classe C, os faróis do novo E trazem a tecnologia Multibeam com 84 luzes de LED de alta performance que iluminam a via e adequam automaticamente o feixe de luz sem ofuscar a vista dos outros condutores.

No Brasil chegará no segundo semestre nas versões E200, E300 e E400.




Novos SUVS:

HONDA WRV – lançamento

wrv

Aproveitando o aquecimento do mercado de SUV’s a Honda laçará um modelo baseado no Fit que será chamado de WRV.

A grade dianteira será maior que a do FIT. O para-choque dianteiro será abaulado, dando a impressão de robustez. Terá novos faróis e lanternas. A placa será alojada em posição mais baixa na tampa do porta-malas, o que leva a crer que o formato da tampa será diferente.

A previsão é que chegue em 2017 com preços entre R$ 70mil e 80 mil (preços serão intermediários entre as versões mais caras do Fit e de entrada do HRV) para concorrer com Ford EcoSport e Renault Duster.  Será apresentado no Salão do Automóvel de SP.




Novos SUVS:

VW T-CROSS

t-cross

A VW prepara seu SUV de pequeno porte para concorrer com HRV, RENEGADE e Nissan KICKS. A ideia é usar a plataforma do próximo Polo que também será do nosso futuro Gol. Assim o T-cross seria mais uma opção para dividir os custos de produção do automóvel que já foi campeão de vendas no Brasil.

Ainda não há previsão de chegada, mas especula-se que será em 2018, ano em que a VW prepara forte renovação de sua linha. O nome também não está definido. Talvez preserve-se o T seguindo a tradição da marca de batizar seus SUVs com essa inicial (Tiguan e Touareg).

Por enquanto a VW só apresentou o protótipo T-Cross Breeze e traz e sua dianteira a nova identidade visual da marca.




Novos SUVS:

TOYOTA C-HR

chr

Será fabricado na mesma plataforma do novo Prius, também cotado para ser fabricado no Brasil a partir de 2018. O C-HR foi apresentado no Salão de Genebra, possui linhas futuristas com vincos, volumes e soluções fora do convencional o que o distingue de todos os concorrentes. O perfil com inclinação do teto na traseira cria a ideia de um SUV cupê. O vidro traseiro tem inclinação acentuada. A princípio será vendido apenas na Europa. A Toyota não confirmou o carro no Brasil devido à crise, pensa-se na criação de um SUV urbano mais barato que o  C-HR especifico para mercados emergentes.




Geely sai do mercado Brasileiro

geely

A marca chinesa Geely deixou oficialmente o mercado nacional, de acordo com reportagem do site UOL. O Grupo Gandini, representante da Kia Motors no Brasil e da empresa asiática, confirmou que as operações foram encerradas, mas que a medida é temporária.  A dificuldade de fixar-se no mercado nacional com o atual câmbio do dólar, fez com que as operações não fossem rentáveis o suficiente. Oferecendo somente os modelos EC7 e GC2, a Geely pouco fez no país, tendo emplacado em torno de 473 exemplares do sedã, enquanto ao hatch não se tem informação sobre a quantidade emplacada.

 

 

Fonte: Revista Quatro Rodas

 

 



ANTERIOR

Retrovisores Automotivos

ANTERIOR

PRÓXIMA

Novidades Maio 2016

PRÓXIMA
® 2016 - AUTOGLASS - Soluções em vidros e peças automotivas