Compre On-line!

Receba seu produto em casa, retire ou instale na loja mais próxima!

Voltar para Notícias

Os 7 Perigos que Você Corre ao Deixar Lâmpadas Queimadas no Seu Carro

Os faróis e lanternas do carro são sem dúvida itens entre os mais importantes quando se pensa em dirigibilidade e apesar de parecerem bem simples, possuem muita tecnologia na sua fabricação para que atendam aos critérios dos órgãos de segurança de trânsito e principalmente para que proporcione uma excelente visibilidade especialmente durando a noite.  E para o funcionamento dos faróis e lanternas é preciso estar atento a condição das lâmpadas, afinal, elas que geram o faixo de luz.

A vida útil média de uma lâmpada automotiva é de 800 horas, em um país como o Brasil em que o tempo de uso de  farol varia de 200 a 300 horas anuais, significa que ao menos de dois em dois anos será necessário a reposição das lâmpadas. No entanto, alguns fatores fazem com que se diminua a vida útil, como por exemplo: falha nos fusíveis, problemas nos módulos ou água no farol, que vão resultar em lâmpadas queimadas.

E quando as lâmpadas queimam, o que devo fazer? E quais riscos se corre ao não trocar uma lâmpada ou farol danificado?

O ideal é que se tenha no veículo uma lâmpada reserva ao menos para o farol principal, além de fusíveis de rápida reposição. Normalmente os manuais dos automóveis já trazem as informações sobre verificação de possíveis queimas de fusíveis ou até mesmo o próprio computador de bordo ou de painel já reporta onde está a falha facilitando a vida de quem dirige. Se percebido qualquer falha nas lâmpadas, faróis ou lanternas o ideal é buscar a reposição ou reparo. Confira os 7 perigos que você correr ao deixar lâmpadas queimadas no seu carro:

1 – Sem visibilidade durante a noite ou em túneis.

Mesmo com iluminação pública na maior parte das cidades do Brasil, muitas rodovias e ruas tem grave deficiência em luminosidade. Caso as lâmpadas ou uma das lâmpadas esteja queimada o resultado pode ser uma perda significativa de visibilidade aumentando a possibilidade de acidentes e um grande estresse para quem dirige, especialmente em dias de chuva ou neblina.

1

2 – Danificar o veículo

Uma realidade bem comum nas cidades do Brasil são os buracos nas vias públicas resultado de falta de manutenção asfáltica, além das lombadas (quebra-molas) que não são acompanhadas de sinalização adequada. Nesses casos, se o farol ou as lâmpadas não estejam funcionando há um grande risco de cair em uma dessas armadilhas das estradas e gerar danos nas rodas ou para-choques.

2

3 – Ser confundido com uma moto

Durante a noite, especialmente em vias escuras, há um grande risco de carros com uma das lâmpadas queimadas serem confundidos com motocicletas. Isso pode ocasionar fatalmente colisões frontais, especialmente em estradas sinuosas.

4 – Não ser visto por um motorista na via

As lâmpadas das lanternas são tão importantes quanto a dos faróis, e se estiverem queimas podem gerar grandes transtornos. É importante lembrar que nas lanternas estão as luzes direcionais (setas) que são fundamentais para a percepção dos condutores a volta do veículo. Se estiverem queimadas ou não funcionarem há um grande risco de ocorrer uma colisão especialmente em locais de grande fluxo. Deve-se atentar também para a luz de freio muito importante para a sinalização de outros motoristas.

5 – Panes elétricas

Em modelos mais novos, os sistemas de leitura ou computadores de bordo atuam constantemente para evitar panes e falhas nos equipamentos elétricos. Quando uma lâmpada queima ou um farol está danificado, o computador reporta a falha para o condutor via painel ou alerta e caso não seja solucionado a médio prazo essa falha pode ocasionar erros de leitura e até mesmo panes mais graves.

3

6 – Multas e Pontos na Carteira

A legislação de trânsito impõe hoje a obrigatoriedade do uso do farol aceso em rodovias, tuneis e durante a noite em qualquer via. O descumprimento dessa regra pode ocasionar de medidas administrativas como multas até mesmo a apreensão do veículo e aplicação de pontos na  carteira nacional de habilitação.

O art. 40 do Código de Trânsito Brasileiro ainda estabelece algumas regras a serem obedecidas pelos veículos quanto ao USO DE LUZES.

“O condutor manterá acesos os faróis do veículo, utilizando luz baixa, durante a noite e durante o dia nos túneis providos de iluminação pública e nas rodovias”.

7 – Acidentes com pedestres

Outro risco muito evidente está relacionado aos pedestres. As lâmpadas do farol principal são reguladas para lançar um faixo de luz na estrada e em parte do passeio (calçada), se especialmente a lâmpada do lado direito estiver queimada a visão de possíveis pedestres desperecidos pode ser prejudicada.

Fica bem claro que a manutenção das lâmpadas dá mais segurança ao motorista e veículos à volta, conforto , além de afastar a possibilidade de multas, por isso mesmo durante a rotina apertada e tempo reduzido deve-se realizar vistorias simples, feitas pelo proprietário. Basta que com certa frequência se verifique o funcionamento das lâmpadas dos faróis e lanternas, além da condição das peças para evitar que infiltrações ou manchas atrapalhem o foco da luz. Vale a pena também ter sempre no veículo ao menos uma lâmpada reserva, especialmente a lâmpada principal do farol, isso ajuda a precaver especialmente transtornos durante a noite ou em caso de queima repentina.

Se a lâmpada queimar ou houver problemas com as lanternas ou faróis você pode contar com a Autoglass, que referência quando o assunto é iluminação automotiva atendendo em todo Brasil com venda e instalação. Para a certeza da qualidade, todos os itens comercializados são certificados pelo Inmetro e homologados para reposição, ou seja, cumprem todos os requisitos para preservar a originalidade e segurança dos veículos. É possível encontrar as lâmpadas ideais para o seu veículo no autoglassonline.com.br ou em um dos canais de venda da Autoglass.

Fique atento e garanta a sua segurança com qualidade e agilidade.

O QUE VOCÊ PROCURA?

SIGA A AUTOGLASS NAS
REDES SOCIAIS:

FALE COM A AUTOGLASS:

  • 0800 025 6313 | Consumidor
  • 0800 707 5150 | Segurado – Elogio/Reclamação
  • 0800 979 3828 | Revendedor
  • 0800 701 5222 | Oficina