Compre On-line!

Receba seu produto em casa, retire ou instale na loja mais próxima!

Voltar para Notícias

Novidades Setembro 2017

Nacionais: CHEVROLET CRUZE – Reestilização 1. Chevrolet Cruze O novo Cruze completou um ano de mercado e recebe a partir da linha 2018 ajuste de altura dos faróis também para a versão de entrada e o repetidor de seta nos retrovisores externos. Desde a base já vem de fábrica com airbags frontais, ABS/EBD, controles de estabilidade e de tração, assistente de saída em ladeiras, monitor de pressão dos pneus, central multimídia MyLink 2 com Android Auto e Carplay, câmera de ré, sistema Start/Stop, rodas de liga aro 17, entre outros. Na versão top, a lista é ainda mais recheada e traz airbags laterais e de cortina, sensores de luz, de chuva e de obstáculos (dianteiro e traseiro), faróis com LEDs diurnos, chave presencial com partida do motor por botão e acionamento remoto, retrovisores externos com rebatimento elétrico e aquecimento, retrovisor interno eletrocrômico, GPS, rodas de liga escurecidas e cromados na grade e nas maçanetas. Quem optar pelo modelo completíssimo terá ajustes elétricos no banco do motorista, faróis altos automáticos, alertas de ponto cego e de colisão frontal, assistente de estacionamento, carregador de celular sem fio (Wireless) e assistente de permanência em faixa, que corrige o volante sozinho para manter o carro centralizado na pista. A GM não comunicou alterações nos preços, mas o site oficial da montadora exibe dois valores diferentes, o que indica um leve reajuste para cima no sedã. A versão LT tinha valor sugerido de R$ 91.890 e agora começa em R$ 92.990, enquanto a LTZ parte de R$ 104.990. Com pintura metálica (R$ 1.500) e o pacote High-Tech, o novo Chevrolet Cruze 2018 salta a R$ 116.490.
MITSUBISHI ASX – Reestilização 2. ASX A Mitsubishi começou a comercializar na sua rede de concessionárias a linha 2018 do ASX, que traz como novidade mais relevante a adaptação do motor 2.0 a gasolina de 160cv de potência com tecnologia Flex. Com álcool no tanque, agora o propulsor entrega até 170cv, um ganho considerável de desempenho. São ao todo, três versões, todas equipadas com o referido motor Flex e transmissão CVT. Os preços sugeridos são de R$ 97.990 para a versão de entrada, que traz tração dianteira, de R$ 113.990 para a intermediária, que já conta com tração integral, e de R$ 122.990 para a topo de linha, que traz de série faróis de xenôn e teto solar panorâmico. Além do motor modificado, o SUV compacto ganhou nova central multimídia com tela de 6,75 polegadas, compatível com Android Auto e Apple CarPlay, além de pequenas novidades visuais, como o cromado da grade dianteira e as molduras nas caixas de roda. As rodas de 18 polegadas também foram redesenhadas e trazem acabamento diamantado com detalhes pretos. Com tração integral, o modelo traz de série sensores traseiros de estacionamento, acendimento automático dos faróis, botão de partida do motor, sensor de chuva e espelhos retrovisores externos rebatíveis eletricamente.
VW POLO – Nova Geração 3. Polo O Polo já foi mero coadjuvante na linha da VW, agora o lançamento da sexta geração no Brasil é tratado como o início de uma nova fase da marca. A ideia é reverter as perdas acumuladas nos últimos anos, e substituir o Fox. O novo Polo terá o parachoque com a parte central preta e os faróis de dupla parábola com lâmpadas halógenas. Luzes diurnas em Leds estarão apenas nas versões top de linha. E lanternas iguais ao Polo europeu, porém sem Led. Apenas as versões Highline e Comfortline terão o motor 1.0 TSI. Esta última ainda será vendida com o 1.6 16V MSI de 120cv com opção de câmbio manual e automático, ambos de seis marchas, e com o modesto 1.0 MPI aspirado com 82 cv e câmbio manual de cinco marchas, faróis de neblina, repetidor de seta nos retrovisores, sensores de estacionamento dianteiro e traseiro, entre outros. Já a versão top trará sensores de chuva e crepuscular e retrovisores rebatíveis. A lista de opcionais será extensa: alerta de fadiga, bloqueio eletrônico de diferencial, bancos de couro sintéticos, rodas aro 17 e até o vistoso Active Info Display, a tela de 10,3 polegadas que substitui o quadro de instrumentos. A ideia da VW é ter uma gama abrangente, com preços que devem ir de R$ 52.000 até R$ 80.000. Na prática, ficará pouco acima do Fox, que deverá desaparecer até 2019.
Importados: AUDI A5 – Nova Geração 4. Audi A5 Com preços que partem de R$ 189.900 até R$ 268.990, a segunda geração do A5 chega ao país na carroceria Sportback com quatro opções de acabamento: Attraction e Ambiente, equipadas com motor 2.0 TFSI de 190cv, Ambition e Ambition Plus, que trazem o 2.0 TFSI com 252cv. Entre os sistemas de assistência ao motorista se destacam o active lane assist que ajuda a manter o carro na sua faixa de rodagem e o controle de cruzeiro com Traffic Jam Asssist, que pode assumir a direção do veículo em velocidades de até 65 km/h quando o trânsito está congestionado. O modelo também traz novidades como alerta para saída de estacionamento de vagas perpendiculares, aviso de saída para os ocupantes e assistente para evitar colisões, que junto aos sistemas Pre sense, oferecem mais segurança. A lista de equipamentos de série inclui, desde a versão de entrada, faróis bi-xenôn com luzes diurnas e lanternas de Leds, sistema de som com Audi Music Interface, Bluetooth, entrada USB, volante multifuncional com design de três raios, Audi drive, ar condicionado automático, sensor de estacionamento traseiro, sistema start-stop, controle de cruzeiro com limitador de velocidade e sensor de luz e chuva.
AUDI Q5 – Nova Geração 5. Audi Q5 A segunda geração do Audi Q5 começa a chegar às concessionárias de todo o país. O modelo chega com novidades tecnológicas como o painel totalmente e o sistema de condução semiautônomo que assume a direção em trânsito congestionado com velocidades de até 65 km/h. São três versões disponíveis: Attraction, por R$ 244.990, Ambiente, oferecida por R$ 274.990, e Ambition, com preço inicial de R$ 292.990. Em todas as opções, o novo Q5 é equipado com motor 2.0 TFSI a gasolina, que desenvolve 252cv de potência. No quesito de desempenho, o SUV chega aos 100 km/h em 6,3 segundos e sua velocidade máxima é de 237 km/h. O versão top de linha vem de série com trio elétrico, direção elétrica, ar condicionado automático de três zonas, bancos de couro sintético, bancos dianteiros elétricos com ajuste lombar e memória no banco do motorista, painel de instrumentos 100% digital, controle de velocidade de cruzeiro, sensor de luz e chuva, retrovisor fotocromático, sistema start-stop, volante multifuncional de três raios, teto solar panorâmico, porta-malas com abertura e fechamento elétrico, airbag lateral dianteiro e de cabeça, alarme, faróis 100% LED, lanternas traseiras em LED com indicação dinâmica, assistente de farol alto, faróis com ajuste automático de altura, sistema de limpador dos faróis, Parking assist, câmera de ré, chave presencial e Audi sound system com tela de 8,3 polegadas.
FIAT 500 – Reestilização 6. 500 O Fiat 500 volta ao mercado brasileiro com o modelo 2017, oferecido com mais sofisticação e tecnologia. Por dentro a nova central multimídia com tela colorida de 5 polegadas e sensível ao toque oferece os recursos do Bluetooth e do comando de voz. O modelo recebeu o GSI (sigla inglesa para indicador de troca de marcha), que ajuda o motorista a dirigir sempre na marcha mais indicada para o momento, priorizando a redução nas emissões e no consumo de combustível. A indicação aparece na tela do quadro de instrumentos, bem como os dados do ITPMS, o sistema de monitoramento da pressão dos pneus que avisa quando um ou mais pneus estão com a pressão inadequada. E, a partir de agora, o teto solar elétrico Sky Wind está presente em todas as unidades, dando ainda mais estilo. Importado do México, o Fiat 500 2017 está disponível em versão única, Cult 1.4 Evo Flex, com câmbio manual de cinco marchas. Entre os itens de série, se destacam: controle de estabilidade, auxílio de saída em rampa, a direção elétrica Dual Drive, volante multifuncional revestido de couro, modo de condução Sport, faróis com regulagem elétrica de altura e rodas de liga leve de 15 polegadas. O Fiat 500 Cult 1.4 Evo Flex manual 2017 chega ao mercado por R$ 61.396.
JAC T40 - Lançamento 7. Jac T40 Os chineses ainda têm muito o que evoluir em seus carros, mas o JAC T40 é a prova de que eles estão no caminho certo. Uma espécie de hatch quase perua com jeito de SUV, já está à venda com preços que variam de R$ 56.990 a R$ 60.980 completo com direito a pintura em dois tons. Por todos os lados, o T40 mostra uma inquestionável evolução em relação ao J3. O design é atual, tem até um certo ar de mini Hyundai IX35 e elementos que denotam especial preocupação com o estilo, como os faróis compartimentados por moldura interna com projetor tipo canhão e luzes diurnas de leds localizada no parachoque. No uso, os pontos negativos ganharam destaque. Praticamente não há espaço para deixar o celular no console e, no banco traseiro, o espaço para cabeça é bastante restrito. Apesar de ser o primeiro modelo da marca a ostentar o logotipo novo da marca na grade frontal, tampa do porta-malas e rodas, o antigo é visto ainda na moldura do câmbio. Não espere um desempenho empolgante, pois a relação de marchas longa está lá para priorizar o baixo consumo de combustível do motor 1.5 Flex de 127cv. O T40 top de linha tem multimídia, câmera de ré e câmera frontal. Controle de estabilidade e tração, piloto automático, assistente de partida em rampa são de série desde a versão básica.
LAND ROVER VELAR – Lançamento 8. Land rover Velar A Land Rover tem uma expectativa e tanto para o Velar. A montadora espera que este seja o SUV mais vendido da marca. Em quatro versões, a novidade chega ao Brasil em novembro com preços entre R$ 383.100 à R$ 513.900 equipadas com motor 3.0 V6 de 380cv. As configurações são sempre acompanhadas de um câmbio automático de oito velocidades, com tração 4x4. A versão de entrada vem equipada com ar condicionado duas zonas, assistente de estabilidade de reboque, assistente de permanência em faixa, direção elétrica, diferencial traseiro aberto, seletor de modos de terreno, auxílio de partida em rampas, controle de tração e estabilidade, controle de frenagem em curvas, vetorização de torque por frenagem, freio de estacionamento elétrico, distribuição eletrônica de força de frenagem (EBD), sensor de chuva, acendimento automático dos faróis, retrovisores externos com aquecimento, maçanetas embutidas, sistema de nivelamento automático dos faróis, sistema de monitoramento de pressão dos pneus, duas telas de 10 polegadas sensível ao toque, retrovisor interno fotocromático, banco traseiro tripartido, alarme, GPS, bluetooth, tomadas, três saídas USB, porta-luvas com trava, sensor de estacionamento traseiro, controle de cruzeiro, chave presencial, Isofix, 6 airbags, assistência de frenagens de emergência, indicador de desgaste da pastilha do freio. A versão top de linha ganha rodas de liga-leve de 21 polegadas com acabamento diamantado, faróis de LED a laser com luzes de circulação diurna, inscrição exclusiva "First Edition" na coluna B, revestimento do teto em camurça, assentos dianteiros com 20 modos de ajuste com memória para o motorista e para o passageiro, massagem e aquecimento/resfriamento, volante com aquecimento, head-up display, chave presencial, pintura metálica, teto preto.
LIFAN X60 - Reestilização 9. LIFAN X60 O Lifan X60 terá, enfim, opção de câmbio automático. O motor 1.8 a gasolina, que gera 128cv continua como única opção, mas será combinado ao câmbio CVT que simula seis marchas, mas não tem opção de trocas sequenciais. Esse conjunto estará disponível apenas para a versão topo de linha VIP, por R$ 77.900. Com câmbio manual, esta versão custa hoje R$ 67.490. O Lifan X60 tentará se garantir com outras novidades. Ele tem nova grade frontal com barra horizontal grossa com o nome “Lifan” e novo para-choque frontal com luzes diurnas de led na parte inferior e faróis de neblina no meio. Na lateral, novos retrovisores com repetidores de seta com leds e rodas aro 18? marcam as mudanças. Atrás, além de novo para-choque, mudam as lanternas. O painel foi modificado e ganhou forração de couro sintético, o que deixa a superfície com toque macio. O console central também é novo e, na versão Vip, exibe nova central multimídia com tela de 8?, que concentra GPS, Bluetooth, espelhamento de smartphone e informações do computador de bordo, além de exibir imagens da câmera de ré. A versão mais em conta, Talent com câmbio manual, custará R$ 67.990. Ela tem sensor de estacionamento, acendimento automático dos faróis, ajuste elétrico de altura dos faróis, dois airbags dianteiros, cintos de segurança retráteis e de três pontos para cinco passageiros e sistema ISOFIX. A versão VIP soma, além do câmbio CVT e da central multimídia, teto solar, rodas maiores, de 18 polegadas, e detalhes de acabamento exclusivos.
MERCEDES-BENZ E300 COUPE – Lançamento 10. MERCEDES-BENZ E300 COUPE A linha Mercedes-Benz Classe E, que introduziu no portfólio da marca tecnologias de condução semiautônoma, agora conta com mais um integrante: o E300 Coupe com preço sugerido de R$ 390.900. O visual dinâmico é enfatizado por quatro janelas laterais sem molduras totalmente retráteis e pela ausência de uma coluna B visível. Com essas formas, o design do E300 Coupe passa uma impressão simultânea de luxo e estilo. O motor 2.0 turbo a gasolina gera 245cv de potência, associado ao câmbio de nove marchas, acelera o cupê de 0 a 100 km/h em 6,4 segundos, atingindo a velocidade máxima de 250 km/h limitada eletronicamente. A suspensão é 15 milímetros mais baixa que a do sedã e foi ajustada com um sistema de amortecimento dependente da amplitude.
MERCEDES-BENZ GLA – Reestilização 11. MERCEDES-BENZ GLA Segundo modelo mais vendido da Mercedes-Benz no Brasil, com preços entre R$ 158.900 até R$ 359.900, o utilitário esportivo GLA lançado no País em 2014 recebeu retoques em elementos de design interior e exterior. O novo GLA tem nova grade do radiador, onde se destacam as aberturas retangulares ao longo das duas barras horizontais. O caráter SUV da nova série de modelos é acentuado pelo novo para-choque dianteiro, com suas largas aberturas de ventilação e um aplique central na parte inferior, característica de SUVs de grande porte, para proteção do veículo. O conjunto posterior ganhou grandes lanternas de Led, agora com tecnologia Stardust, derivada do Classe E, cujo design mais reto, e união por uma barra horizontal, aumenta a percepção de largura e volume do veículo. As versões do GLA produzidas no Brasil contam com o motor 1.6 turbo com injeção direta de combustível e 156cv ou o 2.0 com 211cv, ambos combinados à transmissão automática com dupla embreagem. O GLA 200 Advance também recebeu novas rodas de liga 18 polegadas com cinco raios e traz agora de série faróis Full LED. O painel ganhou requinte com o novo acabamento em alumínio escovado. Os bancos esportivos com encosto de cabeça integrado têm novo design, onde se destacam as costuras contrastantes. O veículo tem teto solar panorâmico, tapetes AMG e o banco do passageiro da frente também possui ajustes elétricos com memória. O sistema multimídia é o Audio 20 com GPS Garmin MAP PILOT com tela de 8 polegadas e os retrovisores externos, antiofuscante para o motorista, são rebatíveis eletricamente.
MERCEDES-BENZ S 560 – Nova Geração 12. MERCEDES-BENZ S 560 Até quem não gosta de carros sabe identificar um Mercedes-Benz. Essa fama mundial se deve em grande parte ao Classe S. Em sua sexta geração, as alterações visuais do lado de fora são tão sutis que apenas um especialista na marca poderá identifica-las rapidamente. Os faróis ganharam três fileiras de Leds com intensidade variável, e a clássica grade frontal foi redesenhada, assim como os parachoques. No interior, duas telas de 12,3 polegadas, uma atrás do volante, outra no centro. Por meio delas é possível visualizar as informações do computador de bordo, escolher entre os quatro modos de condução e selecionar a temperatura do ar condicionado em qualquer uma das quatro zonas da cabine. O Classe S aproveita as informações do GPS para estudar o percurso e evitar surpresas. O sedã reduz a velocidade para contornar uma curva fechada e volta a acelerar para retomar a velocidade programada. Se precisar mudar de faixa, basta acionar a seta que o veículo faz o resto. Caso haja um automóvel se aproximando em um cruzamento, as câmeras e sensores calculam a velocidade do outro carro, desacelerando ou freando automaticamente para evitar a colisão. Na hora de estacionar, o motorista pode até ficar do lado de fora do veículo, já que tudo pode ser controlado por um aplicativo de smartphone. E caso o motorista permaneça muito tempo sem colocar as mãos no volante, o sistema interpreta a falta de interação como uma situação de emergência. Assim, o veículo para de forma gradual, destrava as portas, aciona o pisca-alerta e faz uma ligação para o serviço de resgate. No Brasil, será disponibilizado as versões S 560 e a AMG S 63. Ambas com motor 4.0 V8 biturbo com 475cv no S 560 e 620cv no caso da AMG. Diante de tantas novidades, no Brasil, o novo Classe S não sairá por menos de R$ 769.900 na versão S 560 e R$ 974.900 na versão AMG.
Próximos lançamentos: Citroen C4 Cactus GM Spin reestilizado Toyota Yaris Hatch e Sedã VW Golf novo VW Virtus Sedã     Fontes de pesquisa: 4Rodas, Noticias Automotivas, Autoesporte e Carrosnaweb.

O QUE VOCÊ PROCURA?

SIGA A AUTOGLASS NAS
REDES SOCIAIS:

FALE COM A AUTOGLASS:

  • 0800 025 6313 | Consumidor
  • 0800 707 5150 | Segurado – Elogio/Reclamação
  • 0800 979 3828 | Revendedor
  • 0800 701 5222 | Oficina